ODS2.png

ERRADICAR A FOME, ALCANÇAR A SEGURANÇA ALIMENTAR, MELHORAR A NUTRIÇÃO E PROMOVER A AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

METAS GLOBAIS OBJETIVO 2 . aplicadas às nossas áreas de intervenção e dos nossos parceiros.

  • Até 2030, duplicar a produtividade agrícola e o rendimento dos pequenos produtores de alimentos, particularmente das mulheres, povos indígenas, agricultores de subsistência, pastores e pescadores, através de garantia de acesso igualitário à terra e a outros recursos produtivos tais como conhecimento, serviços financeiros, mercados e oportunidades de agregação de valor e de emprego não agrícola;

  • Até 2030, garantir sistemas sustentáveis de produção de alimentos e implementar práticas agrícolas resilientes, que aumentem a produtividade e a produção, que ajudem a manter os ecossistemas, que fortaleçam a capacidade de adaptação às alterações climáticas, às condições meteorológicas extremas, secas, inundações e outros desastres, e que melhorem progressivamente a qualidade da terra e do solo;

  • Até 2020, manter a diversidade genética de sementes, plantas cultivadas, animais de criação e domesticados e suas respetivas espécies selvagens, inclusive por meio de bancos de sementes e plantas que sejam diversificados e bem Objetivo 5 geridos ao nível nacional, regional e internacional, garantindo o acesso e a repartição justa e equitativa dos benefícios decorrentes da utilização dos recursos genéticos e conhecimentos tradicionais associados, tal como acordado internacionalmente;

  • Adotar medidas para garantir o funcionamento adequado dos mercados de matérias primas agrícolas e seus derivados, e facilitar o acesso oportuno à informação sobre o mercado, inclusive sobre as reservas de alimentos, a fim de ajudar a limitar a volatilidade extrema dos preços dos alimentos.

BOAS PRÁTICAS AFLOSOR

  • Através do seu gabinete de formação profissional, disponibilizamos um conjunto de oportunidades que agregam valor à atividade agrícola, promovendo o aumento de produtividade e a adoção de métodos de produção sustentáveis.

  • Apresentamos um corpo técnico constituído por profissionais reconhecidos, que aconselham produtores e prestam apoio técnico às explorações, de modo a contribuir para a implementação de práticas agrícolas resilientes que fortaleçam a capacidade de adaptação às alterações climáticas tão presentes e visíveis no Alentejo.

  • O aconselhamento agrícola e o apoio técnico às explorações pressupõem, entre outros serviços, o aconselhamento dos agricultores sobre os recursos genéticos disponíveis, quer ao nível do Catálogo Nacional de Variedades, disponível para consulta na nossa sede, como através do aconselhamento sobre raças autóctones de animais mais adequadas à região e sobre espécies florestais autóctones e por isso melhor adaptadas à região.